3 de ago de 2017

GILMAR ACUSA PGR DE NÃO INVESTIGAR EX-PROCURADOR

MINISTRO COBRA INVESTIGAÇÃO DO EX-BRAÇO DIREITO DE JANOT

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), acusou a Procuradoria Geral da República de não investigar o ex-procurador Marcelo Miller, ex-braço direito de Rodrigo Janot, que deixou a carreira para atuar em escritório de advocacia contratado pelo grupo J&F/JBS. Joesley Batista fez um acordo de delação muito vantajoso, que de uma só vez o blindou de cinco investigações do Ministério Público Federal. 
Apesar da afirmação do ministro, a Procuradoria da República no DF já confirmou que investiga o ex-procurador Marcelo Miller.
“Estamos dando poder à PGR, que nenhum soberano jamais teve”, disse Gilmar sobre os superpoderes de Janot nos acordos de delação.
Ao votar por soltar Ângelo Goulart, Gilmar disse que até o Superior Tribunal de Justiça está amedrontado com as ameaças de vazamentos.
(Acompanhe as publicações do  SENADOR SÁ ONLINE no Facebook. Curta  AQUI )
Postar um comentário