22 de jul de 2017

ISENTADO, JUCÁ PODERÁ VOLTAR AO PLANEJAMENTO

SENADOR É ISENTADO DAS ACUSAÇÕES QUE O TIRARAM DO PLANEJAMENTO

Após a Polícia Federal o isentar da acusação de obstruir a Justiça, o senador Romero Jucá (PMDB-RR), líder do governo, pode retornar ao cargo de ministro Planejamento, caso deseje e o presidente Michel Temer o convide. Com base nessa suspeita, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu a prisão (que foi negada) de Jucá, Renan Calheiros (AL) e do ex-presidente José Sarney, do PMDB. 
A acusação foi baseada em gravações de Sérgio Machado, que Renan manteve por 11 anos chefiando a Transpetro, subsidiária da Petrobras.
No inquérito, a PF recomenda inclusive que, por mentiroso, Sérgio Machado deveria perder a liberdade garantida pelo acordo de delação.
Sérgio Machado gravou uma conversa com José Sarney quando o ex-senador ainda se restabelecia de cirurgia, em um hospital paulista.
Assim como Joesley et caterva, Sérgio Machado não teve de enfrentar um só dia de prisão. Vive desde então no bem-bom de Fortaleza.
(Acompanhe as publicações do  SENADOR SÁ ONLINE no Facebook. Curta  AQUI )
Postar um comentário