5 de mai de 2017

Inflação Para Famílias De Baixa Renda Recua Em Abril

Entre março e abril, inflação para as famílias com renda de até 2,5 salários mínimos recuou para 0,11%
O custo de vida para as famílias brasileiras de renda mais baixa continua a cair. Em abril, o Índice de Preços ao Consumidor – Classe 1 (IPC-C1), que mede a inflação para famílias com renda até 2,5 salários mínimos, variou 0,11%, bem abaixo dos 0,56% registrados no mês anterior. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (5) pela Fundação Getulio Vargas (FGV).
Diante desse resultado, o indicador acumula alta de 3,64% nos últimos 12 meses, abaixo do patamar de todas as outras faixas de renda, que acumulam uma variação de 4,17% na mesma base de comparação.
Para as rendas mais baixas, contribuiu para esse desempenho a queda nos preços de habitação (-1,00%), vestuário (-0,65%) e despesas diversas, que caiu de 1,01% para 0,02% em abril contra março. Nesses grupos, a queda foi puxada por preços mais baixos nas tarifas de energia, roupas e cigarros.
A inflação mais baixa é um dos principais efeitos das reformas econômicas postas em prática pelo governo federal. Nos últimos 12 meses encerrados em março, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumula alta de 4,57%, patamar bem próximo da meta perseguida pelo Banco Central, de 4,5%.
(Acompanhe as publicações do  SENADOR SÁ ONLINE no Facebook. Curta  AQUI )
Postar um comentário