11 de mai de 2017

Ato De Solidariedade a Lula Não Atingiu Ao Objetivo Imaginado Pelo PT

O ato de solidariedade a Lula, ontem, em Curitiba, na praça Santos Andrade, no centro da cidade, não atingiu ao objetivo imaginado pelo PT e os movimentos sociais em relação ao público: no lugar dos 50 mil anunciados, menos de cinco mil pessoas, segundo a Polícia Militar do Paraná.
Havia imensos vazios na praça, que é lindíssima, tendo como destaque o belo prédio da Universidade do Paraná. Circulei por todas as imediações do local, conversei com muita gente e só encontrei militantes petistas ou sindicalistas. Não havia povo, gente de outros segmentos da sociedade. Lula, portanto, falou para uma claque. Para os próprios adeptos da tese de inocência que ele prega na operação Lava-Jato.
Outra constatação: o grosso dos manifestantes era do interior do Paraná, arrastados pelo PT e os movimentos sociais. Os curitibanos, na realidade, ignoraram a presença de Lula na capital. O Paraná, como todo Sul e Sudeste, reprova Lula e torce pela sua condenação. Os índices de intenção de voto nele para presidente são baixíssimos. 
Usei muito táxi em Curitiba e não identifiquei nenhum só adepto da candidatura de Lula. Pelo contrário, todos acham que ele tem culpa no cartório e que deve ser preso. Aliás, houve uma grande indiferença à presença do ex-presidente na cidade. 
Após o ato, o taxista que me levou até ao hotel, além de ser um fervoroso torcedor pela prisão de Lula, sequer estava sabendo que o ato na principal praça da cidade estava tendo a presença do ex-presidente.
(Acompanhe as publicações do  SENADOR SÁ ONLINE no Facebook. Curta  AQUI )
Postar um comentário