15 de fev de 2011

Quatro Adolescentes São Flagrados Com Armas No Interior


Quatro adolescentes, todos de 17 anos, foram apreendidos na rua Assis Silva, no conjunto José Agripino, em Mossoró, região Oeste do estado, nesta terça-feira (12).

Segundo informações da polícia local, durante patrulhamento, a viatura se deparou com os jovens sentados em uma calçada em atitude suspeita e decidiu fazer uma abordagem. Com eles, foram encontradas duas armas de fogo e todos foram levados à delegacia para os procedimentos de praxe, sendo depois liberados após a chegada dos pais.

Corpo De Bombeiros Dá Recomendações De Como Precaver Ataque De Abelhas


Na última segunda-feira (14), o garoto Mikael de Sousa, de apenas seis anos, foi encontrado morto no município de Ubajara, Região Norte do Estado, vítima de um ataque de abelhas. Ele havia saído para brincar na última quarta-feira (9) e não voltou mais para casa.

Segundo o capitão Campos, do Corpo de Bombeiros do Ceará, a agressividade das abelhas e a falta de um predador natural para esses insetos favorecem o crescimento das abelhas dentro do país.

Por serem agressivos, os ataques às pessoas são muito comuns. Segundo o capitão, no momento em que uma pessoa já está sendo atacada por um enxame de abelhas, não há nada o que se possa fazer para livrá-la da situação.

Em entrevista à Jangadeiro FM, o capitão deu recomendações para precaver o ataques dos insetos.

Correios Vão Abrir Disputa Bilionária Por Banco Postal


Dez anos depois, os Correios vão abrir uma licitação que pode substituir o Bradesco como o operador do Banco Postal, numa concorrência de, ao menos, R$ 1,75 bilhão.

Desde 2001, o Bradesco explora com exclusividade o serviço de correspondente bancário oferecido nas agências da estatal pelo país.
Nesse período, o Bradesco abriu mais de 10 milhões de contas a partir dos postos dos Correios. Somente com a tarifa de manutenção de conta desses correntistas, o faturamento do banco supera R$ 845 milhões por ano, fora outros serviços, como saques, consulta a extrato e operações de empréstimo.

Da receita total apurada pelo Bradesco, os Correios ficaram com R$ 350 milhões em 2010.

O presidente dos Correios, Wagner Pinheiro, disse à Folha que o Bradesco terá que disputar como todos os demais interessados e que o valor da licitação será de, pelo menos, o faturamento do ano passado multiplicado por cinco -o novo contrato terá duração de cinco anos renovável por mais cinco.

"Nas tarifas atuais, no ano passado arrecadamos R$ 350 milhões. Nós estamos revendo quanto nós vamos querer de tarifa, quanto para cada produto", afirmou Pinheiro.

Procurado, o Bradesco informou que "não comenta informações sobre o Banco Postal". A instituição também não informou quanto lucra com a atividade.

O contrato com o Bradesco se encerra em dezembro. Na sexta-feira, os Correios divulgaram a minuta do edital. No próximo dia 25, farão uma audiência pública para receber críticas e sugestões.

Segundo Pinheiro, a licitação deverá estar concluída até julho. Assim, o vencedor pode iniciar as operações em janeiro de 2012.
De acordo com a minuta, só podem participar instituições financeiras com ativos totais superiores a R$ 21,6 bilhões e patrimônio líquido acima de R$ 2,16 bilhões.

Segundo levantamento feito pela consultoria Economática, pelo menos outros três bancos além do Bradesco atendem a esses quesitos: Banco do Brasil, Itaú Unibanco e Santander.

Ao longo dos últimos anos, o Bradesco foi mudando o foco do Banco Postal, em busca de transações mais rentáveis, reduzindo operações de microcrédito.

O contrato com o Bradesco também foi alvo da CPI dos Correios e da CGU (Controladoria-Geral da União). Nos dois casos, foi apontado favorecimento irregular ao banco privado.
Meses depois da licitação, o governo autorizou o Bradesco a se instalar nas agências terceirizadas, localizadas em grandes cidades e capitais, mais lucrativas.

O contrato original previa que o serviço só seria oferecido nas agências próprias dos Correios, grande parte no interior do país.

Lucro Da Caixa Supera Projeção, Cresce 25,5% e Atinge R$ 3,8 Bi Em 2010


A Caixa Econômica Federal fechou 2010 com lucro líquido de R$ 3,8 bilhões, um aumento de 25,5% em relação ao ano anterior. O número do balanço anual da empresa pública, anunciado nesta sexta-feira, 11, em São Paulo. O desempenho foi puxado por um salto de 41,3% da carteira de crédito, para R$ 175,8 bilhões.

O lucro superou a projeção de R$ 2,55 bilhões feita pelo banco que serviu de base para o pagamento da antecipação da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) de 2010. Dessa forma, os empregados do banco têm a receber a diferença entre os valores das regras básica e adicional da PLR antecipados pelo banco e o valor calculado sobre o lucro efetivamente auferido pela empresa em 2010. Também será paga a segunda parcela da PLR Social, conquista dos empregados na última Campanha Nacional dos Bancários, bem como a diferença em relação à primeira parcela.

"Por conta da metodologia adotada pela Caixa, os bancários tiveram um redutor de 18% no valor recebido na antecipação, o que deverá ser devolvido agora", explica Plínio Pavão, secretário de Saúde da Contraf-CUT e empregado do banco. "A Caixa é o único banco que utiliza essa metodologia, de pagar a antecipação da PLR baseado numa projeção do exercício completo. As demais empresas calculam a antecipação baseadas nos números do primeiro semestre, o que deixa as contas mais claras para os bancários", afirma.

Habitação é destaque

O balanço do banco mostra também um grande crescimento dos investimentos em habitação. A Caixa investiu em 2010 R$ 77,8 bilhões em habitação, um crescimento de 57,2% ante 2009. Com esse montante a Caixa foi responsável por 70% de todo o crédito imobiliário ofertado pelo mercado.

Desse total, R$ 27,7 bilhões saíram da caderneta de poupança e R$ 31 bilhões do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Os fundos foram responsáveis pelo financiamento de 203,9 mil e 398,6 mil unidades habitacionais respectivamente.

No âmbito do programa Minha Casa, Minha Vida, a Caixa financiou 1 milhão de moradias, das quais 936,5 mil unidades tiveram intervenção direta da Caixa, com investimentos de R$ 51,3 bilhões. Foram beneficiadas 91 mil famílias com renda entre dois e três salários mínimos.

Ainda de acordo com o balanço, as operações de crédito tiveram um incremento de 41,3% em doze meses, com saldo total de R$ 175,8 bilhões. A carteira comercial foi de R$ 55,4 bilhões, 23,4% a mais do que em 2009. O saldo de pessoas jurídicas ficou em R$ 28,5 bilhões, crescimento de 21,2%. Para pessoas físicas, o saldo cresceu 25,7%, com um total de R$ 26,9 bilhões. A inadimplência total (atrasos superiores a 90 dias) ficou em 2%, um pouco abaixo do percentual de 2009 (2,2%).

Petista Vai Votar Contra Proposta De Dilma Do PT

Mesmo correndo o risco de ser punido pelo próprio partido, o deputado federal Eudes Xavier afirma que ''não irá rasgar a história do PT'' e que votará contra a proposta de aumento do salário mínimo para R$ 545

Por conta do debate em torno do aumento do salário mínimo, o deputado federal Eudes Xavier (PT) promete bater de frente com o governo Dilma Rousseff (PT), de cuja base é parte integrante. A presidente propõe fixar o mínimo em R$ 545. O parlamentar defende o valor apresentado pelas centrais sindicais: R$ 580. “Eu sei que eu posso ser punido pelo partido, mas ainda que isso aconteça não estarei rasgando a história do PT”, afirmou Xavier, que participou ontem de encontro com membros da Central Única dos Trabalhadores no Ceará (CUT-CE).

Entre outros membros da base aliada o clima também é de rejeição à proposta do governo. “Fazemos parte da base aliada, mas não é por isso que seremos subservientes”, declarou o deputado federal André Figueiredo (PDT), cujo partido está defendendo um mínimo de R$ 560.

Na edição de ontem do O POVO, o deputado federal Artur Bruno (PT) também deu sinais de que não está satisfeito com o valor fixado pelo Planalto. Ele disse ter “esperança” de que até o momento da votação o governo aumente a proposta.

A postura de alguns parlamentares vai de encontro ao que prega o coordenador da bancada cearense, José Nobre Guimarães (PT). Em conversa com O POVO no último sábado, Guimarães afirmou que o PT não poderá cobrar fidelidade da base aliada se o próprio partido não der apoio integral ao governo Dilma. “O PT tem obrigação de votar favorável”, diz o deputado, que foi convidado mas não compareceu ao encontro com a CUT, ontem, na sede do Sindicato dos Bancários. Hoje, a bancada do PT na Câmara volta a se reunir para discutir o assunto.

Dilma fixa valor

Convencida pelos líderes de que será possível aprovar, amanhã, a proposta do governo de reajustar o salário mínimo em R$ 545, a presidente Dilma Rousseff abandonou a ideia aventada por alguns parlamentares de elevar o valor para R$ 560.

A decisão, segundo o líder do governo, senador Romero Jucá (PMDB-RR), foi tomada na reunião de coordenação política, realizada na manhã ontem no Palácio do Planalto, após o líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP) e ele próprio relatarem o trabalho de convencimento que vêm fazendo no Congresso. “É a conta possível para o governo: mínimo de R$ 545 e reajuste da tabela do Imposto de Renda em 4,5%”. (com agências)

O quê

ENTENDA A NOTÍCIA

A votação que trata do reajuste do salário mínimo será o primeiro grande teste da presidente Dilma no Legislativo. Declarações de deputados do PT contra a proposta por ela apresentada é fator de risco contra o governo.
PORTAL DE NOTÍCIAS DE SENADOR SÁ

Centrais Pedem Apoio De Aécio Do PSDB Para Mínimo De R$ 560

BRASÍLIA - Antes mesmo de a Câmara votar o novo salário mínimo, as centrais sindicais já começaram a articulação no Senado e pediram nesta terça-feira, 15, o apoio de Aécio Neves (PSDB-MG) ao valor de R$ 560 para este ano. O governo defende R$ 545 e o PSDB insiste em R$ 600.



O presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva (PDT), afirma que ficou acertado o apoio do Aécio PSDB ao valor de R$ 560 caso o valor de R$ 600 do PSDB não seja aprovado.
“Fizemos um apelo ao Aécio e ao PSDB para que se pudesse votar os R$ 560,00. Ele disse que vai levar a discussão para a bancada, mas garante que se a proposta do PSDB for derrotada ele votará com as centrais”, afirmou Paulinho.
Paulinho participou de uma reunião pela manhã da bancada de seu partido com o presidente da legenda e ministro do TRabalho, Carlos Lupi. Não houve, porém, acordo sobre qual valor o partido vai defender em plenário. Pressionado pelo Planalto, Lupi tenta fazer com que deputados do partido abandonem a defesa dos R$ 560,00 e embarquem no valor de R$ 545.
Protestos na Câmara
Em outra investida para o reajuste do mínimo, dezenas de sindicalistas iniciaram protestos na Câmara dos Deputados para tentar elevar o valor para além dos R$ 544 propostos pelo governo. A expectativa das centrais é reunir até quarta-feira, dia da votação, cerca de 500 sindicalistas na Casa.
A primeira manifestação aconteceu no Salão Verde da Casa. Com faixas cobrando um reajuste maior os sindicalistas cobram que o mínimo vá para R$ 580,00. Esta proposta já foi abandonada pelo presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva (PDT), que tenta agora viabilizar o mínimo de R$ 560.
Nas faixas, as centrais cobram de Dilma um aumento maior. “Getúlio, Jango e Lula do PT aumentaram o salário mínimo, e a Dilma do PT?”, questiona uma das faixas.

14 de fev de 2011

Documentário Polêmico Sobre a Globo Será Exibido Este Ano Pela Record


Clássico das videotecas nas faculdades de jornalismo e hit no Youtube, o polêmico documentário Além do cidadão Kane será exibido pela primeira vez na TV aberta brasilera em 2011, pela Rede Record, 17 anos após sua estreia no exterior.

A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da emissora, que não quis precisar a data exata da veiculação. Comprado em 2009, o documentário ainda não foi exibido porque a Record temia ser processada pelo uso de imagens da programação da Globo presentes no filme.

Histórico polêmico

Obra dos britânicos Simon Hartog e John Ellis, Além do cidadão Kane já nasceu polêmico. O documentário conta parte da história da TV Globo e da sua influência na política brasileira.

Paulinho Da Força Mantém Ofensiva Sobre Mínimo



São Paulo - O ministro do Trabalho, Carlos Lupi (PDT), diz que vai defender junto aos 26 parlamentares do seu partido o valor de R$ 545 para o salário mínimo na votação da próxima quarta-feira. O líder da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva PDT, que é deputado do partido de Lupi, desdenha as ameaças do Planalto, diz que não recua dos R$ 560 e arremata: "Não temos carguinhos."

"Fui voto vencido. Agora, tenho de defender a posição do governo, em nome do acordo feito por uma política salarial para os próximos quatro anos", disse Lupi ontem ao jornal O Estado de S. Paulo. Na avaliação dele, a política do mínimo permitirá que se chegue a um reajuste entre 13% e 15%, de 2011 para 2013. A inflação e os gastos do governo do PT são outras duas razões citadas por Lupi para manter o voto nos R$ 545. "É hora de colaborar com o aperto do cinto."

A posição deixa Paulinho praticamente sozinho - pelo menos no PDT - na pregação por um salário de R$ 560. "Já reduzimos de R$ 580 para R$ 560", lembrou o deputado e sindicalista. Ele disse que as centrais sindicais vão promover uma manifestação na quarta-feira, dia agendado para votação do projeto.

PRAÇAS DE IPU – FALTA DE RESPEITO



Em uma reunião do prefeito Sávio Pontes com os blocos Papalalau, Arroxa, Caça-cana e Me leve, ficou decidido que cada bloco teria que vender 1.500 abadas a um preço médio de R$ 45,00.
Cada bloco vai arrecadar com a venda das camisas uma media de R$ 67.500,00. Os 4 blocos juntos irão arrecadar R$ 270.000,00. Desse valor, 20%, ou seja, R$ 54.000,00 ficarão com os blocos, os outros R$ 216.000,00 serão depositados diretamente na conta da Empresa A3 (dona das Bandas).

Vejam o preço de mercado das bandas que irão se apresentar no carnaval de Ipu:
Forro Real = R$ 25.000,00 para uma apresentação de 2 horas;
Solteirões = R$ 30.000,00 para uma apresentação de 2 horas;
Forro do Miúdo = R$ 35.000,00 para uma apresentação de 2 horas;
Aviões = R$ 100.000,00 para uma apresentação de 2 horas;
Banda Acaiaca = R$ 8.000,00 cada apresentação; como a banda de axé vai se apresentar nos 4 dias, vai sair por R$ 32.000,00.
Preço total das bandas = R$ 222.000,00. Praticamente o mesmo valor que será arrecadado com a venda dos abadas.

E os R$ 718.000,00 (setecentos e dezoito mil reais) da LICITACAO Nº 2601.01/2011 – CULTURA para contratação de empresa para a prestação de serviços de organização, produção e realização do evento Carnaval 2011 de Ipu?

Bom, ainda restam algumas despesas, são elas:
Trio elétrico = No máximo R$ 80.000,00;
90 seguranças a R$ 20,00 = R$ 7.200,00;
90 cordeiros a R$ 20,00 = R$ 7.200,00;
80 diárias de banheiros químicos a um preço maximo de R$ 150,00 = R$ 12.000,00;
Outras despesas = R$ 10.000,00.
Total de despesas = R$ 116.400,00

R$ 718.000,00 – R$ 116.400,00 = R$ 601.600,00
R$ 601.600,00
Esse e o dinheiro que a “praga de gafanhotos” pretende desviar do povo ipuense caso você pague R$ 50,00 por um abada do carnaval do prefeito.

FONT.ipuceara2010.blogspot.com/

ITAMAR PROPÕE FIM DA REELEIÇÃO PARA PREFEITOS EM 2012


O ex-presidente da República e senador Itamar Franco (PPS-MG), defende o fim da reeleição na proposta de reforma política que será discutida pelo Senado. Ele foi indicado pelo presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), para integrar a comissão especial da reforma política. Franco considera “incompatível” para um membro do Executivo disputar um cargo como candidato enquanto está no poder. “Pode ter mandato de cinco anos, tudo bem. Mas quebrar a tradição constitucional brasileira? É uma linha invisível entre estar no cargo e na campanha. Leva o país à corrupção.

DENÚNCIA AO MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL DE MASSAPÊ CEARÁ

COMEÇA AS PROPAGANDAS IRREGULAR PARA PREFEITO DE MASSAPÊ CEARÁ


OS POLÍTICOS DE MASSAPÊ ESTÁ DRIBLANDO A JUSTIÇA ELEITORAL,COM PROPAGANDA ANTECIPADA COM UM PÁSSARO CONHECIDO COMO CABEÇA DE FITA

Policiais Apreendem 21 kg De Cocaína Em Camocim

Duas pessoas foram presas na operação conjunta que mobilizou policiais federais e militares


Policiais federais e militares apreenderam 21 quilos de cocaína, neste final de semana, no município de Camocim, litoral oeste do Estado. Os donos da droga foram presos na operação conjunta que mobilizou as forças policiais.

O maranhense Edson Lopes,29, e Alzira Mayara,42, natural de Manaus, foram encontrados numa casa localizada no bairro Boa Esperança. Segundo a Polícia Federal, esta foi a primeira grande apreensão de cocaína do ano no interior. Outras apreensões já foram realizadas, mas envolvendo outras substâncias ilícitas.

Marina Silva Do PV é Indicada Ao Prêmio Personalidade Do Ano Do GreenBest

Evangélica está entre os 10 finalistas; cerimônia de premiação acontece no dia 17 de maio


Marina Silva do PV está entre os dez finalistas na categoria “Personalidade do Ano” do Prêmio de Consumo e Iniciativas Sustentáveis GreenBest. O prêmio é realizado pelo Greenvana, empresa que comercializa e orienta o consumo sustentável, e idealizado pelo empresário Marcos Wettreich, criador do prêmio iBest no Brasil, México e Espanha.
O Personalidade do Ano do GreenBest vai oferecer dois prêmios em cada categoria, um por voto popular e outro por votação oficial da Academia GreenBest, formada por especialistas no tema. A votação popular teve início na segunda quinzena de janeiro e os vencedores receberão o troféu GreenBest em cerimônia de premiação no próximo dia 17 de maio.
Voto popular
Na primeira fase do prêmio, os internautas vão votar em três candidatos de cada categoria. Cada pessoa poderá votar uma única vez em até três nomes por grupo. Posteriormente, no período de 29 de março e 4 de maio, o voto popular escolherá um nome dentre os três vencedores de cada categoria para receber o prêmio principal.
Sobre o prêmio GreenBest
O GreenBest é o primeiro prêmio de consumo e iniciativas sustentáveis com abrangência nacional e que elege os vencedores de diversas áreas e setores que investem na sustentabilidade por meio de votação popular e de um júri especializado. O objetivo é dar visibilidade para as melhores iniciativas e produtos. Esta é a primeira vez que um prêmio de sustentabilidade é desenvolvido no Brasil permitindo votação popular integrando a web e as redes sociais na votação. Os votos serão auditados pela Ernst & Young Terco.

'Fator Serra' Embaralha Articulação Para 2012

Nome do ex-presidenciável, repetindo a aliança PSDB-DEM-PMDB, volta a circular e afeta planos de todos os interessados na sucessão de Kassab

A iminente saída do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, do DEM e o chamado "fator Serra" delinearam um novo rumo nas articulações para a eleição municipal de 2012.

À revelia do ex-governador José Serra, que tem dito não ter interesse em disputar a Prefeitura de São Paulo, tucanos passaram a ventilar seu nome como alternativa capaz de reeditar a aliança entre PSDB, DEM e PMDB, vitoriosa na última eleição no Estado.

Paralelamente, o PT começa a estudar novos nomes para fazer frente a uma eventual candidatura Serra. A possibilidade de Kassab migrar para o PSB - ele negocia ainda com o PMDB ou a formação de um novo partido - também levou o PTB a procurar o deputado Gabriel Chalita (PSB) para oferecer-lhe a sigla, se quiser entrar na disputa. O deputado ainda está na mira do PMDB paulista, caso Kassab não escolha a legenda como destino.

O governador Geraldo Alckmin tem dito que Serra deve ser o nome para 2012. Apesar da atual resistência de Serra, tucanos apostam que ele pode aceitar a missão e se fortalecer na cena política, num momento em que a ala do PSDB do senador Aécio Neves trabalha para retirar espaço do ex-governador.

Em 2004, Serra também não queria ser candidato a prefeito. Diante das pressões do partido, inclusive de Alckmin, que ameaçava lançar o seu então secretário de Segurança Pública, Saulo Abreu, ele aceitou. Assinou, então, um documento em que se comprometia a ficar até o final do mandato, caso vencesse. Tomou posse e um ano e três meses depois, renunciou para disputar o Palácio dos Bandeirantes. A atitude tornou-se hoje um argumento contra o lançamento de seu nome.

Apesar do consenso de uma candidatura Serra à Prefeitura, tucanos veem motivação nele para disputar o governo estadual, numa articulação em que Alckmin ficaria com a Presidência - o governador não dá sinais de que aceitaria a dobradinha. Serra, de qualquer maneira, afinou o discurso com Alckmin, com quem viajou no sábado pelo interior e tem conversado semanalmente.

No front petista, o ministro Aloizio Mercadante (Ciência e Tecnologia) conta com mais apoio no diretório paulista para disputar a Prefeitura que a senadora Marta Suplicy. O petista chegou a propor acordo para Marta em 2010, segundo o qual ela ficaria com a vaga para o Senado e ele, com a Prefeitura. A senadora não aceitou. Os dois, entretanto, aguardariam a definição de Serra para se decidir.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a insistir num nome novo. Recentemente, falou do ministro Fernando Haddad (Educação), que queria ter lançado para o Estado em 2010. Além de Haddad, que não conta com respaldo o PT e está desgastado com a crise do Enem, entra na cota a novidade Alexandre Padilha (Saúde), que não tem título em São Paulo. Corre por fora o deputado Carlos Zarattini, visto como o mais forte no PT paulistano entre as apostas "novas". 

Líder Do PSDB Na Câmara Diz Que Partido Apresentará Emenda Para Mínimo De R$ 600


BELO HORIZONTE – O líder do PSDB na Câmara dos Deputados, Duarte Nogueira (SP), disse nesta segunda-feira, 14, que o partido apresentará na quarta-feira emenda propondo reajuste para o salário mínimo no valor de R$ 600. O tucano, contudo, admitiu a dificuldade de sucesso da proposta na votação da matéria. Após um encontro com o governador de Minas, Antonio Anastasia (PSDB), Nogueira falou em “coerência” e afirmou que espera que a bancada tucana esteja unida na votação.
A legenda se divide entre posições já manifestadas pelo senador Aécio Neves e pelo ex-governador de São Paulo, José Serra. O tucano mineiro acha que é possível e há “algum espaço” para um reajuste maior do que o valor de R$ 545 proposto pelo governo, mas não encampa o valor de R$ 600 defendido por Serra.
“Nós na campanha eleitoral apontamos que o salário mínimo de R$ 600 era possível. Entendemos nesse momento, com os argumentos técnicos, sem desequilíbrio do Orçamento da União, de que há uma margem por subestimativa da receita da Previdência de poder dar o salário mínimo de R$ 600″, afirmou. “Sabemos que dificilmente haverá, pela pressão do governo, viabilidade na vitória desses R$ 600, todo mundo já está percebendo isso. Mas isso não tira a nossa capacidade e ao mesmo tempo o nosso empenho de mostrar que isso é possível.”
Conforme o líder tucano, caso a emenda seja derrotada, o partido vai lutar para que o aumento do salário mínimo “seja o maior possível, além dos R$ 545″.

13 de fev de 2011

A Globo Pode Dar Adeus Ao Brasileirão



Uma reunião de cúpula na quarta-feira passada definiu a posição da Globo na mais importante concorrência entre as TVs neste ano: a que decidirá em março quem transmitirá os Brasileirões de 2012, 2013 e 2014. Hoje, a Globo paga 250 milhões de reais por temporada pelos direitos de transmissão para a TV aberta — e cerca de 600 milhões, quando se incluem a TV por assinatura, pay-per-view etc.

O Clube dos 13 já disse às emissoras que pretende, no mínimo, dobrar essa quantia. A Globo está fazendo contas realistas. A emissora vai procurar o Clube dos 13 nos próximos dias para dizer que, por esse valor, está fora da disputa. Avalia que a partir de determinado montante não há retorno financeiro. Ou seja, pela primeira vez a Globo admite abrir mão do Brasileirão.

Gugu Vence Faustão Nesse Domingo


Gugu e Faustão, os dois apresentadores mais bem pagos da TV com audiências pífeas

O “Programa do Gugu” conseguiu ficar na liderança durante o tempo que concorreu com o “Domingão do Faustão”.
De acordo com dados prévios a atração da Record marcou 11,4 contra 10,8 da Globo enquanto exibia o programa apresentado pelo Faustão.
Mas na média Gugu não conseguiu a mesma proeza, ficou com 9 de média, contra 14,6 da Globo – que conseguiu isso por causa do Futebol 0 e 6,7 do SBT e 6,2 da Band.

ENQUETE SUSPENSA

EM VISTA DA SAÍDA DO CANDIDATO A PREFEITO DE SENADOR SÁ EUGÊNIO PARCELI PARA SER CANDIDATO EM SOBRAL E COM OUTRO NOME QUE SERÁ DIVULGADO NA SEGUNDA FEIRA

12 de fev de 2011

Globo e Record Agora Brigam Por Credenciais Da Olimpíada



O maior problema das Olímpiadas do ano que vem, gira em torno dos credenciamentos, entenda, o credenciamento de profissionais. A TV Record, detentora dos direitos, diz que só tem 200 credenciais no total e vai utilizar a maior parte delas.

As que sobrarem serão divididas entre os canais da TV fechada, Globosat, Bandsports e ESPN Brasil.

Nos casos da Globosat e Bandsports só serão feitos credenciamentos de profissionais que pertencem a essas duas emissoras. No caso, profissionais da Globosat, não poderá entrar ninguém da TV Globo, o mesmo acontece em relação ao Bandsports à Bandeirantes.

A Record se defende dizendo que está oferecendo o mesmo tratamento que recebeu da Globo, na última Copa do Mundo. A vingança da Record começou? Até onde vai a briga entre a liderança?

POLITICA DE SENADOR SÁ EM 2012


A POLÍTICA DE SENADOR SÁ COMEÇA A MUDAR DE RUMO COM A SAÍDA DO EX-CANDIDATO A PREFEITO EUGÊNIO PARCELO, QUE AGORA SERÁ CANDIDATO A VEREADOR DE SOBRAL PELO PRB COM CHANCE DE VITÓRIA.

11 de fev de 2011

A NOVA MARCA DO GOVERNO DO PT


O Palácio do Planalto começou a divulgar a nova marca do governo federal.

Segundo o Blog do Planalto, a partir de agora, o slogan do governo:

Leandro, do KLB, faz primeira visita à Assembleia de SP


O cantor Leandro Scornavacca (DEM) voltou de suas férias em Orlando. Além estar finalizando, ao lado dos irmãos, Kiko e Bruno, o novo CD e DVD, em comemoração aos dez anos de carreira do grupo KLB, ele se prepara para assumir a cadeira deixada por Bruno Covas na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Na próxima semana, Leandro fará uma visita à Assembleia, onde terá uma reunião com a liderança do DEM.

Leandro, Do KLB, Faz Primeira Visita à Assembleia De SP

O cantor Leandro Scornavacca (DEM) voltou de suas férias em Orlando. Além estar finalizando, ao lado dos irmãos, Kiko e Bruno, o novo CD e DVD, em comemoração aos dez anos de carreira do grupo KLB, ele se prepara para assumir a cadeira deixada por Bruno Covas na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Na próxima semana, Leandro fará uma visita à Assembleia, onde terá uma reunião com a liderança do DEM.

Prévia: “Troca De Família” Fica a Um Ponto Da Liderança, Record Sai Do Ar


O “Troca de Família” ficou apenas 1 ponto atrás da Globo nesta quinta (10).

Segundo dados preliminares o reality da Record marcou 12 pontos de média e foi vice-líder, no mesmo período a Globo liderou com 13, SBT 10, Band 4 e RedeTV! 2.

Foi mostrado o desfecho da troca das mães Clara e Daniela.

Em determinado momento do programa a Record saiu do ar devido a um problema técnico, e fez com que algumas afiliadas saíssem do ar.

Justiça De São Paulo Vai Julgar Denúncia Contra Flho De Lula

O filho de Lula, mais conhecido como Lulinha. Ação será julgada em São Paulo


O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que cabe à Justiça de São Paulo julgar a acusação de tráfico de influência contra Fábio Luiz da Silva, filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva do PT. O caso estava sendo alvo de um jogo de empurra entre a Justiça de São Paulo e a do Rio de Janeiro, que se recusavam a julgar a questão, mas o STJ decidiu que o julgamento será feito na 10ª Vara Criminal da Seção Judiciária de São Paulo.

A denúncia surgiu quando a Polícia Federal instaurou um inquérito para apurar a compra de títulos da Gamecorp, empresa de Fábio Silva, por preços muito acima do valor de mercado. A compra foi feita pela Telemar, levantando a suspeita de tráfico de influência. O impasse sobre onde o caso deveria ter sido julgado se deu porque a sede da Telemar fica no Rio de Janeiro, mas a sede da Gamecorp fica em São Paulo.

O relator, ministro Jorge Mussi, decidiu que o caso deverá ser julgado em São Paulo porque, mesmo não havendo somente um réu definido, a suposta obtenção de vantagem teria ocorrido em São Paulo, sede da Gamecorp e local de residência da maioria dos sócios da empresa.

Ex-Governador De AL é Condenado à Prisão Por Chamar Juiz De Ladrão


A Justiça Federal de Alagoas condenou o ex-governador Ronaldo Lessa (PDT) a um ano e quatro meses de prisão por calúnia, difamação e injúria.

Em 2004, Lessa chamou o juiz Celyrio Adamastor, da 1ª Zona Eleitoral de Maceió, de "ladrão e corrupto", depois que Adamastor cassou o diploma de um vereador do PDT acusado de comprar votos.

Segundo a Justiça Federal, a sentença pode ser substituída por prestação de serviço comunitário e reclusão à cadeia aos finais de semana, além do pagamento de R$ 50 mil por danos morais ao magistrado.

A reportagem da Folha tentou falar com o ex-governador, mas não obteve contato.

Em novembro, Lessa foi condenado pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça) a pagar uma indenização de R$ 300 mil por danos morais ao ex-presidente do TJ (Tribunal de Justiça) do Estado Orlando Monteiro Cavalcante Manso.

Lessa afirmou que que o presidente do TJ era um "ladrão desavergonhado."

No ano passado, Lessa, 61, tentou voltar ao governo do Estado, mas foi derrotado no segundo turno da eleição. Ele foi governador de 1999 a 2006.

Aécio Diz Que Dilma Iludiu Brasileiros Durante Campanha Eleitoral


Senador tucano critica corte de gastos do governo federal e afirma que Brasil real é diferente do País "cor-de-rosa" das eleições

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) criticou na tarde desta sexta-feira o corte de R$ 50 bilhões no Orçamento Geral da União de 2011, anunciado pelo governo federal nesta semana. O tucano ironizou a gestão da petista Dilma Rousseff (PT) ao lembrar que, durante a campanha eleitoral, “construíram um Brasil que não existe, pois foi apresentado um país sem necessidade de um ajuste fiscal, em pleno processo de expansão".

“O que encontramos hoje é um Brasil com um problema grave nas suas contas externas, um problema que gera a necessidade de um ajuste fiscal mais duro. Esse anúncio dos cortes é reflexo disso. Não precisa que nós, da oposição, digamos que na campanha houve uma certa ilusão da população brasileira. O PT demonstra com essas medidas que o Brasil, apresentado verde e amarelo e de certa forma cor-de-rosa para todos brasileiros, é um Brasil diferente desse Brasil real”, afirmou Aécio.

O tucano disse considerar o corte uma medida “extremamente preocupante” e afirmou que, se ele se concretizar, haverá impacto direto em investimentos. “Estou no aguardo, digo até com alguma ansiedade, para anúncios de investimentos, de definições de projetos, de prazos para licitações dessas que são obras estruturantes e que, infelizmente, nos últimos oito anos não andaram nem um passo sequer”, atacou o ex-governador de Minas Gerais, que reuniu-se com seu sucessor, o governador Antonio Anastasia (PSDB), no Palácio Tiradentes, em Belo Horizonte.

Mais afiado e contundente no ataque ao governo federal do que nos últimos meses, Aécio lamentou também que a presidenta Dilma ainda não tenha tenha, até agora, sinalizado claramente a respeito da necessidade de uma reforma estrutural na federação. Segundo ele, a reforma é necessária para “fortalecer os municípios e impedir que se continue fazendo bondade com o chapéu alheio, permitindo que isenções fiscais dadas pelo Governo Federal atinjam a já comprometida receita dos municípios”. Críticas ao recente apagão no Nordeste também não faltaram. O tucano disse que os próprios técnicos reconheceram um problema de gestão na área de energia e que a oposição ficará vigilante sobre o assunto.

Aécio minimizou declaração recente do senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), de que o mineiro não é candidato natural dos tucanos à Presidência da República em 2014. O ex-governador mineiro afirmou concordar com a tese do senador paulista. “É muito bom que não haja um candidato natural. Gostei muito da entrevista”, ponderou.

A necessidade de uma reforma política foi outro tema abordado por Aécio em entrevista nesta sexta-feira. Ele irá integrar comissão para discutir o assunto no Senado e disse que pretende enviar propostas ainda neste primeiro semestre, sem consenso. Sua proposta, disse, é eleger temas cruciais e colocar em plenário, mesmo sem consenso. Citou como exemplos o financiamento público de campanha, defendido pessoalmente por ele, o voto distrital e a cláusula de desempenho, que permite funcionamento de partidos com respaldo dentro da sociedade. “Hoje temos apenas no parlamento mais de vinte partidos funcionando, muitos líderes de si próprios e nós sabemos que isso dificulta negociações”, justificou.

Ele não quis comentar sobre as movimentações do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), que namora o PMDB, porque o assunto não diz respeito ao seu partido. Sobre o posicionamento de José Serra (PSDB), limitou-se a dizer que o ex-governador de São Paulo sempre será bem recebido no Congresso Nacional. “É natural que ele vá ao Congresso e sempre será bem recebido lá.”

A FOTO DO MÊS DE FEVEREIRO 2011

Veja fotos de Danielle Giehl nua, eleita com bumbum mais bonito da "Playboy"


FONT: http://sexo.gp1.com.br/noticias/veja-fotos-de-danielle-giehl-nua-eleita-com-bumbum-mais-bonito-da-playboy-179595.html

Alckmin Do PSDB Anuncia Mínimo De R$ 600 No Estado De S. Paulo


Beneficio trabalhista tem três faixas de valores, com R$ 600 na primeira, R$ 610 na segunda e em R$ 620 na terceira

O govern ador de São Paulo, Geraldo Alckmin, anunciou ontem as três novas faixas do piso salarial paulista. Os valores haviam sido antecipados, durante a manhã, pelo secretário de Emprego e Relações do Trabalho de São Paulo, David, Zaia: R$ 600, R$ 610 e R$ 620.

As atuais faixas do piso paulista são R$ 560, R$ 570 e R$ 580, dependendo da ocupação do trabalhador.

O governador informou que o reajuste beneficiará 1,4 milhão de trabalhadores da iniciativa privada e destacou que o aumento não tem impacto nas contas públicas estaduais.

Servidor.

Alckmin anunciou ainda reajuste do Piso Salarial do Estado de São Paulo, concedido a servidores públicos, ativos e inativos, e pensionistas, que subiu de R$ 590 para R$ 630, o que trará um impacto de R$ 21,6 milhões ao ano para os cofres públicos, beneficiando 33 mil servidores. O novo do piso regional paulista representa um reajuste de 7,14% para a primeira faixa e de 7,02% para a segunda faixa e 6,90% para a terceira.

Os porcentuais são superiores à inflação acumulada de 2010, que foi de 6,47% de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Em janeiro, Alckmin havia garantido que o mínimo paulista seria superior à inflação do ano passado.

O governador não acatou proposta das centrais sindicais que reivindicavam um reajuste de 8,04%, que elevaria a primeira faixa do piso para R$ 605. Alckmin justificou a decisão de não acatar o pedido pelo pouco tempo que teve para discutir o tema.

"Nós iniciamos as discussões há apenas 30 dias. Então, houve pouco tempo para aprofundar o debate."

Alckmin fez o anúncio no Palácio dos Bandeirantes acompanhado apenas do secretário Zaia, explicando que enviará o projeto de lei com o reajuste à Assembleia Legislativa nos próximos dias. "Provavelmente, em regime de urgência", disse.

10 de fev de 2011

Rede Record Será Recebida Hoje No Clube Dos 13



A Record, representada por alguns dos seus principais diretores, terá uma reunião no dia de hoje, começo da tarde, com o Clube dos 13, em São Paulo. Uma exposição sobre a parte operacional. O que se pretende oferecer. Nada de valores. Outras emissoras interessadas na compra dos direitos do campeonato brasileiro, Série A, de 2012 a 2014, também foram ou serão recebidas isoladamente.

Mínimo De R$ 600 é 'Factível' e Governo Pode Pagar, Diz Serra


O ex-governador José Serra (PSDB) disse nesta quarta-feira (9) que o valor do salário mínimo de R$ 600 é "factível" e pode ser absorvido pelas contas do governo federal.

Durante a campanha eleitoral do ano passado, o então presidenciável Serra sugeriu o aumento do piso dos atuais R$ 510 para R$ 600. Agora, o tucano defende que a oposição se una no Congresso para conseguir viabilizá-lo.

"É importante sobretudo numa época em que a inflação de alimentos se acelera. Não há no horizonte melhora nesse aspecto. As contas públicas podem suportar isso no que se refere às questão da Previdência", afirmou.

Serra disse que a oposição tem o direito de apresentar suas propostas no Legislativo, mobilizando-se para aprová-las --mesmo com a ampla maioria governista na Câmara e no Senado.

O tucano prometeu comparecer ao Senado se a Casa aprovar proposta do senador Itamar Franco (PPS-MG) para ouvi-lo sobre o mínimo de R$ 600.

"Se eu for convocado, virei com todo gosto. Apresentei essa proposta e posso fundamentá-la. E apresentarei as principais questões que me levaram a fazer essa proposta que envolve não só o financiamento direto de um mínimo menos indecente do que é hoje, como também as questões correlacionadas da nossa economia."

BANCADA

Serra falou aos integrantes da bancada do PSDB na Câmara, respaldando o reajuste maior do mínino.

O líder da sigla na Casa, deputado Duarte Nogueira (SP), disse que há "convergência" nos parlamentares tucanos em torno dos R$ 600.

Segundo Nogueira, o governo vai ter uma arrecadação extra de R$ 16 bilhões que permite elevar o mínimo para esse valor.

Além de Serra, o presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva (PDT), se reuniu com a bancada tucana para defender a elevação do piso para R$ 580. Nogueira afirmou que as centrais estão dispostas a procurar todos os partidos para emplacar um valor maior que os R$ 545 proposto pelo governo federal.

Paulinho criticou a mobilização dos governistas para antecipar a votação da medida provisória do salário mínimo para a semana que vem. "O governo está agindo de forma arbitrária."

Itamar Quer Serra No Senado Para Explicar Mínimo De R$ 600


O ex-presidente e senador Itamar Franco (PPS-MG) apresentou nesta terça-feira à Mesa do Senado um requerimento pedindo a presença na Casa do ex-candidato José Serra (PSDB) para debater a possibilidade de elevação do salário mínimo para R$ 600. Itamar quer ainda que sejam convidados líderes das centrais sindicais, que defendem o valor de R$ 580. O governo insiste que só é possível elevar o mínimo para R$ 545. “Requeri ao Senado que se convide as centrais sindicais e o ex-governador Serra. Acho que a Casa precisa debater as propostas para o salário mínimo. A gente jogar com números sem ter um embasamento não é conveniente”, justificou Itamar. A audiência, segundo Itamar, poderia acontecer em alguma comissão da Casa e ajudaria o Senado a definir o valor para o mínimo. O senador disse não ter conversado com Serra sobre o convite.

Aos 31, PT Encara Distância De Dilma


Partido aniversaria nesta quinta em busca de se adaptar à relação longínqua com a presidente, em contraste com proximidade que tinha de Lula

BRASÍLIA - Depois de 31 anos de predomínio total do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em qualquer assunto que se referisse ao PT, os militantes do partido começam agora a perceber que vivem uma realidade diferente com a presidente Dilma Rousseff.

Ao contrário de Lula, que tinha uma relação de amizade e de informalidade com os petistas próximos, com Dilma o tratamento é quase protocolar. Ambos são aguardados hoje na festa pelo aniversário dos 31 anos do partido, em Brasília.

De acordo com informação de auxiliares da presidente, ela procura não fazer distinção entre um ministro petista e um de outro partido e procura se ater mais aos objetivos traçados para as pastas do que se inteirar das últimas "fofocas" partidárias.

Na seara política, o primeiro embate de Dilma ocorreu com seu próprio partido, o PT, antes mesmo da posse dela no Planalto e muito antes das suas rusgas com o deputado peemedebista Eduardo Cunha (RJ).

Na ocasião, havia pressão de todas as partes para que Dilma escolhesse um petista para comandar o Ministério do Meio Ambiente. Entre os nomes citados pelas diversas correntes estavam o do paulista José Machado, de Marilene Ramos, do Rio, e de Hamilton Pereira, ex-presidente da Fundação Perseu Abramo. Dilma rejeitou todos os apelos feitos pelos correligionários e confirmou Izabella Teixeira, titular do posto desde março de 2010. Izabella não é filiada ao PT.

Ao contrário de Lula, que fazia festa toda a vez que se encontrava com velhos militantes petistas, Dilma não age assim. Até porque não teve origem no PT, mas no PDT de Leonel Brizola. Lula gostava de falar de pescarias, futebol e do tempo de sindicato. Dilma prefere falar de artes, literatura e música. Gosta um pouco de futebol, mas não a ponto de gastar o tempo nas intermináveis e acaloradas discussões que o assunto costuma gerar.

Para o contato com o mundo além do Palácio do Planalto - pelo menos por enquanto -, Dilma Rousseff nomeou o ministro Antonio Palocci (Casa Civil). Ele é sua referência no PT sobre todos os assuntos, as negociações sobre cargos, as relações com o Congresso. Quando se encontra com políticos, como o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), e o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), a formalidade impera.

"Claro que há diferença de perfil e do histórico de cada um. Lula personifica o PT, a Dilma não", diz o presidente do partido, José Eduardo Dutra. Para ele, a relação dos petistas com a presidente não deve mudar muito. "Na Presidência, o peso deles é igual", diz. "A diferença está no estilo, na personalidade".

O senador Cristovam Buarque (PDT-DF), que era do PT e foi ministro da Educação no primeiro governo de Lula, acha que Dilma não se deixará levar por amizades e sim por resultados. "Lula prestigiava os que estavam próximos, que o elogiavam a todo instante. Acredito que isso será diferente com Dilma".

Ele avalia que Dilma saberá fazer a diferença entre os "bajuladores" e os "alertadores". O senador diz ter sido um "alertador" de Lula e foi isso que levou à sua demissão. "Na primeira semana eu disse que não era preciso fazer o Fome Zero; bastava aumentar a Bolsa Escola. Meu erro foi ter dito isso na televisão, porque o Fome Zero era a grande aposta de Lula e o Bolsa Escola era um programa que lembrava a gestão de Fernando Henrique Cardoso. Fiquei marcado".

Para piorar a situação, segundo Cristovam, um dia Lula perguntou a ele se a política de cotas nas escolas resolveria o problema da educação.

"O ideal é termos uma boa escola, respondi". Segundo Cristovam, Lula então lhe indagou: "E quanto tempo é necessário para se fazer essa boa escola?". Cristovam respondeu: "Uns vinte anos, presidente, se cumprirmos o dever de casa". Lula não gostou do que ouviu.

"Acho que se fosse a Dilma, ela me diria: ‘Você é o ministro. Dê um jeito de fazer o dever de casa ou então não tem motivo para estar aqui’".

8 de fev de 2011

Após Promessa, Filho De Lula Não Devolve Passaporte


Marcos Cláudio Lula da Silva, filho mais velho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ainda não devolveu o passaporte diplomático que ganhou do Itamaraty no dia 29 de dezembro do ano passado, a dois dias do fim do mandato de seu pai

Marcos Cláudio prometeu há um mês, por meio do Twitter, devolver o superpassaporte. Procurado pela Folha, o Itamaraty afirmou ontem que nenhum documento concedido a familiares do ex-presidente foi devolvido.

No dia 6 de janeiro, a Folha revelou que Marcos, 39, e seu irmão Luís Cláudio Lula da Silva, 25, receberam o superpassaporte em caráter excepcional. O pedido foi feito pelo então presidente Lula, com a justificativa de ser "interesse do país".

Outros três filhos e três netos de Lula também receberam o benefício.

Procurados ontem por telefone e e-mail, Marcos Cláudio e Luís Cláudio não responderam à reportagem. Em Dacar, Lula se recusou a comentar o caso.

O decreto 5.978/2006, que regulamenta a emissão de passaportes diplomáticos, prevê a concessão do documento a presidentes, vices, ministros, parlamentares, chefes de missões diplomáticas, ministros de tribunais superiores e ex-presidentes.

A norma também cita os dependentes de autoridades, mas os filhos do ex-presidente Lula não se enquadravam nesta categoria por serem maiores de 24 anos.

Após a revelação do caso, o Itamaraty resolveu alterar as regras da entrega desses documentos: só poderá ser feita agora por meio de uma "solicitação formal fundamentada" e com a divulgação da concessão no "Diário Oficial da União".

Senador Aécio Defende Agilidade Na Discussão Da Reforma Política


Convidado pelo presidente do Senado, José Sarney, para integrar a comissão de senadores que vai discutir a reforma política, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) afirmou à imprensa, nesta terça-feira (8), que as propostas de mudanças têm de ser feitas ainda neste semestre. Caso elas fiquem para mais tarde, o senador não acredita que possam mobilizar o Congresso e nem mesmo a sociedade.

Para Aécio Neves, o presidente Sarney não pode colocar em votação apenas as partes da reforma política que obtiverem consenso dentro da comissão ou dos partidos políticos. Para ele, mesmo as sugestões de mudanças sem consenso "devem ser decididas no voto do Plenário". Afirmou, por exemplo, que "o voto em lista jamais terá consenso no Congresso", mas, para ele, deve ser submetido a votação.

O senador mineiro enumerou três pontos que acredita deverem constar da reforma política: voto distrital misto, financiamento público de campanha e criação de uma cláusula de barreira para os partidos que não conseguem representação mínima no Congresso.

- Essa comissão para reforma política surge no Senado e deve ser respeitada pelo governo. Todos se lembram que o presidente Lula, que começou defendendo a reforma, acabou por engavetá-la. Agora, ela tem chance de ir adiante porque tem prazo para ser encerrada. Vamos participar dos seus debates e cobrar sua votação - disse.

Na opinião de Aécio Neves, os brasileiros querem a "modernização do ambiente político" e uma reforma política abrirá caminho para outras reformas reivindicadas pela sociedade.
Eli Teixeira / Agência Senado

Comissão para reforma política deve ser instalada na próxima semana, diz Sarney
Câmara também terá comissão para tratar da reforma política

SECRETARIO DE SAÚDE DE SENADOR SÁ ESTÁ COM DENGUE HEMORRÁGICA



O SECRETARIO DE SAÚDE DE SENADOR SÁ ESTÁ COM DENGUE HEMORRÁGICA, HEBER XIMENES MATOS FOI LEVADO AS PRESSA PARA O HOSPITAL E ENCONTRA INTERNADO NA SANTA CASA DE SOBRAL

O MUNICÍPIO DE SENADOR SÁ ESTA EMPESTADO DE MOSQUITO DA DENGUE

7 de fev de 2011

Juiz Que Chamou Lei Maria Da Penha De 'Diabólica' Tenta Voltar Ao Cargo


O juiz Edilson Rodrigues, afastado das funções pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no ano passado por declarações preconceituosas sobre a Lei da Maria da Penha, entrou com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar anular a decisão que o impede de trabalhar. O mandado de segurança também é assinado pela Associação dos Magistrados Mineiros (Amagis).

Rodrigues respondeu a processo administrativo que resultou no afastamento das funções por dois anos por ter feito “considerações de cunho preconceituoso e discriminatório” às mulheres em uma sentença proferida em 2007.

Na sentença que motivou a punição de afastamento pelo CNJ, o juiz Edilson Rodrigues afirmou: “A vingar esse conjunto de regras diabólicas [Lei Maria da Penha], a família estará em perigo. Ora, a desgraça humana começou no Éden: por causa da mulher. Todos nós sabemos, mas também em virtude da ingenuidade, da tolice e da fragilidade emocional do homem. O mundo é masculino e assim deve permanecer”.

De acordo com a defesa do juiz, o CNJ não poderia ter punido o juiz antes que a corregedoria do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) aplicasse as sanções cabíveis. A defesa também afirma que as críticas foram dirigidas à Lei Maria da Penha "em tese". O ministro Marco Aurélio Mello é o relator do caso.

Lula Chama Sindicatos De Oportunistas Por Reivindicar Mínimo Maior

Presente ao Fórum Social Mundial, em Dacar, no Senegal, ex-presidente ataca \"colegas\" por pressionarem Dilma por reajuste acima dos R$ 545




DACAR - Depois de 37 dias de silêncio sobre questões governamentais, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva PT quebrou o silêncio nesta segunda-feira, 7, em Dacar, no Senegal, para chamar os "colegas sindicalistas" de "oportunistas" por estarem pleiteando um salário mínimo superior aos R$ 545 oferecidos pelo governo. O ex-presidente cobrou ainda que os sindicatos mantenham a palavra empenhada no acordo firmado na sua gestão, que prevê o reajuste do mínimo a partir da soma do índice de inflação anual e da variação do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) nos dois anos anteriores.

As críticas foram feitas pouco antes de seu discurso como convidado do 11o Fórum Social Mundial (FSM), em Dacar, no Senegal. Até então, Lula não demonstrava intenção de falar naquele momento aos jornalistas, mas ao ser questionado sobre o salário mínimo, na saída do hotel Terrou-Bi, entre um encontro com o presidente do Senegal, Abdoulaye Wade, e sua participação no fórum, o ex-presidente parou e demonstrou sua insatisfação com os rumos da controvérsia.

Demonstrando contrariedade com a reivindicação dos sindicalistas, Lula lembrou da participação dos sindicatos na discussão do acordo com o Ministério da Previdência que resultou na atual política de reajustes. "Isso foi um acordo feito com os dirigentes sindicais quando o (Luiz) Marinho era o ministro da Previdência. Foi combinado que o reajuste seria feito com base no PIB e na inflação até 2023 para que a gente pudesse recuperar definitivamente o salário mínimo", lembrou o ex-presidente.

A seguir, Lula disparou: "O que não pode é nossos colegas sindicalistas quererem a cada momento mudar as regras do jogo. Ou você tem uma regra, aprova na Câmara e vira lei e todo mundo fica tranquilo, ou você fica como o oportunista". Então, ironizou as reivindicações dos sindicatos, que pediram ao governo a antecipação para este ano do reajuste previsto para 2012. "Quando a inflação é maior você quer antecipar, quando o PIB é menor, você quer antecipa", reclamou, antes de exemplificar: "Se é verdade que nesse ano o PIB mais a inflação ia dar zero, no outro ia dar 8%. Então tem a compensação".

Demonstrando interesse pelo tema, Lula ressaltou mais de uma vez que a norma de reajuste do mínimo não foi estabelecida pelo seu governo, mais em conjunto com os movimentos trabalhistas. "Eu penso que seria prudente (sic) que os nossos companheiros sindicalistas soubesses que a proposta não é do governo", argumentou. "A proposta é uma combinação entre todos nós. Eu espero que eles façam acordo."

Apesar do opinar sobre o tema, Lula disse que não aceitaria mediar um acordo entre o governo de Dilma Rousseff do PT e os sindicatos. "Não, porque não é tarefa minha conversar. É da Dilma e do Congresso", ponderou. "O Congresso está lá para tomar conta dessa história." Questionado se não se sentia à vontade na eventual função de negociador, o ex-presidente disse que não haveria problemas. Mas insistiu não ser necessário. "Me sinto à vontade, porque sou amigo dos dirigentes sindicalistas, somos companheiros", disse. "Mas eles estão conversando com o governo e com o ministro Gilberto Carvalho (secretário-geral da presidência, que também está no Senegal liderando a comitiva brasileira no fórum) e acho que vão entrar em um acordo."

Record: “O Pan Não Deverá Estar Em Nenhuma TV a Cabo, Assim a Nossa Audiência Deverá Ser Maior”


Record pede muito e não vende Jogos Pan-Americanos
A Record pediu mais de R$ 30 milhões e não conseguiu vender os direitos de exibição do Pan-2011 para canais a cabo SporTV, ESPN e BandSports. O evento ocorrerá em outubro, em Guadalajara, no México.”O Pan não deverá estar em nenhuma TV a cabo, assim a nossa audiência deverá ser maior”, disse à coluna Walter Zagari, vice-presidente comercial da emissora.
PORTAL DE NOTÍCIAS DE SENADOR SÁ

5 de fev de 2011

Aécio Neves PSDB



Aécio Neves da Cunha PSDB (Belo Horizonte, 10 de março de 1960) é um economista e político brasileiro. Foi deputado federal pelo estado de Minas Gerais e presidente da Câmara Federal do Brasil no biênio 2001-2002.

Em 2002, Aécio foi eleito governador de Minas Gerais no primeiro turno. Foi reeleito, em 2006, também no primeiro turno, com 77,27% dos votos válidos. Com a reeleição, Aécio Neves em 2008 tornou-se o segundo governador a permanecer mais tempo no Palácio da Liberdade, só sendo superado por Benedito Valadares. Em 31 de março de 2010 Aécio Neves renunciou ao cargo de Governador para poder concorrer ao Senado Federal, sendo eleito em 3 de outubro do mesmo ano.

É graduado em economia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Atuou na campanha de seu avô, Tancredo Neves, eleito governador de Minas em 1982. Quando o avô assumiu o cargo, convidou Aécio, então com 21 anos, para ser seu secretário particular. Em 1985, Tancredo Neves foi eleito presidente do Brasil de forma indireta, mas morreu, em 21 de abril, antes de tomar posse. Nessa época Aécio Neves foi nomeado presidente da Comissão do Ano Internacional da Juventude do Ministério da Justiça, liderando uma comitiva de 130 pessoas que foram a Moscou participar do 12º Encontro Mundial da Juventude e dos Estudantes. No período, foi também diretor de Loterias da Caixa Econômica Federal.

Representou Minas Gerais na Câmara dos Deputados por quatro mandatos. No primeiro quadriênio (1987-1991) participou da Assembleia Nacional Constituinte, na qual foi vice-presidente da Comissão da Soberania e dos Direitos e Garantias do Homem e da Mulher e propôs a emenda que instituiu o direito de voto aos dezesseis anos. No segundo mandato (1991-1995), votou a favor do impeachment do presidente Fernando Collor de Melo. Concorreu às eleições para prefeito de Belo Horizonte em 1992, mas o eleito foi Patrus Ananias. Em 1995, já no seu terceiro mandato (1994-1998) como deputado federal, foi eleito Presidente do PSDB mineiro. Em 1997, torna-se líder do partido na Câmara. Nas eleições de 1998, segundo o TSE, foi o deputado do PSDB mais votado no país.

Em fevereiro de 2001, foi eleito presidente da Câmara dos Deputados com mais votos que a soma de todos os outros candidatos. Entre suas realizações, destaca-se a criação do Pacote Ético,[1] que acabou com a imunidade parlamentar para crimes comuns; o Conselho de Ética da Câmara e o Código de Ética e Decoro Parlamentar. Em 23 de junho daquele ano assumiu, interinamente, o cargo de presidente da República.

O mandato de Aécio à frente da Câmara foi até dezembro de 2002, e ficou marcado por medidas que deram mais transparência às atividades da Casa, como a disponibilização das votações dos projetos de lei na internet.[2] Com o objetivo de aproximar a Câmara da sociedade, Aécio também instituiu a Ouvidoria Parlamentar, responsável por encaminhar ao Tribunal de Contas da União, à Polícia Federal ou ao Ministério Público denúncias de irregularidades apontadas pela população. E mais: a Comissão Permanente de Legislação Participativa, que passou a permitir a apresentação de propostas de entidades civis para formulação de projetos que pudessem tramitar na Câmara.

Em 2002, candidatou-se ao cargo de governador de Minas sendo eleito em primeiro turno com mais de cinco milhões de votos. Implantou em Minas Gerais o Choque de Gestão, política que tinha o objetivo de reorganizar e modernizar o Estado, reduziu os custos do governo estadual, aumentando os investimentos na área social e em infraestrutura. O Choque melhorou a qualidade dos serviços e resultou em uma administração de excelência, comprovada por organismos internacionais como o Banco Mundial e o Banco Interamericano de Desenvolvimento. O Choque de Gestão de Segunda Geração ou Estado para Resultados, atualmente implantado em Minas, avança em relação ao primeiro e foca o planejamento no desenvolvimento do cidadão.[3]

Aécio foi considerado pela Revista Época um dos 100 brasileiros mais influentes do ano de 2009.

Pinto De Quatro Pés Chama Atenção De Monsenhorgilenses


O nascimento de um pinto de quatro pés vem chamando a atenção de vários Monsenhorgilenses. Um fato inusitado aconteceu no bairro União em Monsenhor Gil, e o mais curioso é que os dois pés a mais do pinto nasceram e se desenvolveram perfeitamente. Segundo João dos Reis, proprietário do pinto, a ave só sobreviveu quatro horas após o seu nascimento mais mesmo assim chamou a atenção de muita gente.

Preço Da Cesta Básica Sobe Em Janeiro Em 14 Capitais, Diz Dieese

O preço da cesta básica teve alta no mês de janeiro em 14 das 17 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), segundo levantamento divulgado nesta sexta-feira (4).

As principais elevações ocorreram em Brasília, com aumento de 9,41%, Fortaleza, com alta de 5,25%, Rio de Janeiro, alta de 3,94%, e Aracaju, elevação de 3,91%.

As três cidades onde os preços caíram foram Curitiba, com queda de 2,79%, São Paulo, com redução de 1,47%, e Recife, queda de 0,32%.

Tomate pressiona alta
O tomate foi o produto que mais pressionou os preços da cesta básica em janeiro e subiu em todas as 17 capitais, na maior parte delas com variações expressivas.

Dezesseis capitais apresentaram alta no preço do óleo de soja, com as maiores variações anotadas em Florianópolis (12,77%), Manaus (8,27%) e Natal (7,89%).

O preço da banana subiu em 12 cidades em janeiro, principalmente em Goiânia (23,88%), Porto Alegre (12,35%) e Brasília (12,09%).

Preço do feijão cai
Por outro lado, o preço do feijão caiu em todas as 17 capitais, em janeiro, com taxas negativas variando entre queda de 3,84% em Aracaju e de 27,29% em Recife.

Doze localidades registraram redução no preço do arroz em janeiro, com quedas que variaram de 0,50% em São Paulo a 6,43% em Natal.

A carne, item de maior peso na cesta básica, registrou recuo de preços em 11 capitais. Curitiba, com queda de 6,75%, Vitória, com redução de 4,43%, e São Paulo, com recuo de 4,11%, tiveram as quedas mais expressivas

Valor da cesta
Mesmo registrando retração, a capital paulista apresentou o maior valor da cesta básica, a R$ 261,25, seguida de Manaus, a R$ 255,80, e de Brasília, a R$ 255,65, diz o Dieese.

O comportamento dos preços em janeiro resultou em uma aproximação do custo total da cesta. Em seis localidades, os valores ficaram acima de R$ 250.

Apenas em Aracaju os produtos básicos custaram menos de R$ 200, onde o preço da cesta básica ficou em R$ 182,76. Em três outras capitais o custo foi inferior a R$ 210: João Pessoa, a R$ 200,21, Recife, a R$ 204,85, e Salvador, a R$ 209,49.

Variações acumuladas
Todas as 17 capitais pesquisadas apresentaram em janeiro variações acumuladas, em 12
meses, positivas, diz o Dieese.

Apenas duas localidades registraram alta abaixo de 10%: Porto Alegre (7,67%) e Aracaju (8,06%). Por outro lado, em três cidades o aumento superou 20%: Fortaleza (23,08%), Goiânia (20,97%) e Natal (20,28%).

Salário mínimo
Para comprar os alimentos essenciais, um trabalhador que ganha salário mínimo precisou
cumprir, em janeiro, na média das 17 capitais, 95 horas e 3 minutos.

Apesar da predominância de aumento no custo da cesta, o tempo de trabalho caiu em mais de 3 horas em relação ao mês anterior (atingia 98 horas e 11 minutos em dezembro de 2010) devido ao reajuste de 5,88% no salário mínimo. No entanto, a jornada necessária foi bem maior do que em janeiro de 2010, quando correspondia a 86 horas e 48 minutos.

3 de fev de 2011

Geisy Arruda Vai Dividir Programa De TV Com Poodle Rosa


A ex-participante de “A Fazenda”, Geisy Arruda, vai dividir o estúdio com um poodle rosa no programa “Rosa-Choque” na TV Cidade, afiliada da Record em fortaleza.

Geisy e o cachorro vão contracenar como Ana Maria Braga e Louro José.

A estreia está prevista para este mês e será exibidas aos domingos.

JIJOCA: A CÂMARA DE VEREADOR DE JIJOCA ABRIU CPI

Câmara abriu C.P.I para apurar irregularidades na administração do prefeito de JIJOCA DE JERICOACOARA CEARÁ Araújo Marques(PMDB)


A Câmara de Jijoca estalou inquérito para apura irregularidade na administração do Prefeito Araújo Marques(PMDB)

Nesta semana os vereadores vão votar o parece que pedem o afastamento do prefeito

1 de fev de 2011

Vergonha Nacional: Sarney Volta a Presidir o Senado Com 70 Votos Entre Os 81 Senadores.


Presidente do Congresso resiste ao escândalo dos atos secretos e seguirá no comando da Casa, apesar de não ter cumprido promessas como redução no número de diretores e de cargos comissionados; mudanças propostas por FGV estão paradas.

Prestes a assumir a presidência do Senado pela quarta vez, José Sarney (PMDB-AP) encerra hoje sua atual gestão sem aprovar a prometida reforma administrativa na Casa. O Senado mantém velhos vícios, estrutura inchada, falta de controle de funcionários fantasmas, excesso de mão de obra terceirizada e de cargos de diretores, além de apadrinhados do senador e de colegas espalhados em gabinetes e secretarias. Em 2009, no auge do escândalo dos atos secretos revelados pelo Estado, Sarney prometeu aprovar uma reforma interna e entregar uma Casa "modernizada". "O Senado está cumprindo o que prometeu à nossa sociedade", afirmou, em plenário, no dia 29 de outubro daquele ano.

Era uma resposta à avalanche de irregularidades reveladas na época, crise que levou a dez pedidos de processo por quebra de decoro parlamentar contra o senador. Sarney salvou-se com o apoio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A turbulência passou e as mudanças administrativas andam a passos lentos.

Cuidado Com As Chuvas!


A Companhia Energética do Ceará (Coelce) registrou no último mês 4.588 descargas atmosféricas no Estado. Portanto, é importante que a população cearense tome determinados cuidados nesse período chuvoso. A companhia alerta para as seguintes medidas:

• Evitar uso de chuveiro ou torneira elétrica;
• Evitar contato com objetos com estrutura metálica como fogão, canos, torneiras, cabos de aterramentos etc;
• Evitar ligar equipamentos elétricos e eletrônicos;• Quando possível, desconectar das tomadas aparelhos elétricos e eletrônicos;
• Se possível, permanecer dentro de casa enquanto a tempestade durar.

Se você estiver fora, durante a chuva deve evitar contato com objetos metálicos como cercas de arame, portões metálicos, tubos metálicos, cabos de aterramento e principalmente linhas telefônicas ou elétricas.

Além disso, é importante não estar perto de tratores, máquinas agrícolas, motocicletas, carroças, veículos; por fim, procure não ficar perto de locais como campos abertos, pastos, piscinas, lagos, praias, árvores isoladas, postes, locais elevados. Com informações da Coelce.

Itapetinga: Homem Mata Namorada Por Ciúmes


Com fita isolante, o assassino fixou uma mensagem na barriga de Gersonice

Ciúmes e traição foi motivo de morte em Itapetinga, no Sudoeste da Bahia, nesta segunda-feira (31). Janildo Pereira dos Santos matou com golpes de faca a sua namorada, Gesonice Gonçalves Bonfim, de 39 anos, com quem morava há três meses. Segundo familiares, o namorado proibiu a senhora em frequentar a Igreja Assembleia de Deus, na qual era batizada, aprisionando dentro de um casebre no bairro Portelinha. Segundo vizinhos, após uma intensa gritaria veio o silêncio. Gersonice estava na cama, com o corpo ensanguentado, coberto com fotos de um homem, que Janildo acreditava ser o seu amante, preservativos e o que mais chamou a atenção, uma placa presa na barriga com os dizeres: “O troco da traição é a morte. Nem eu nem ninguém”. De acordo o delegado Roberto Junior, o suposto assassino já esteve envolvido em outros crimes em Caatiba. Segundo familiares, após o assassinato, Jean se limpou, e foi a casa dos pais, onde narrou o fato. O acusado está foragido.

PV e PPS Se Unem e Formam Novo Bloco De Oposição No Congresso

Os dois partidos terão 26 deputados na Câmara
O PPS e o PV acabam de formalizar, na secretária-geral da Mesa Diretora da Câmara, a formação do bloco parlamentar entre os dois partidos. Entregam o documento o líder do PPS, Rubens Bueno, o líder do PV, Zequinha Sarney (MA), na companhia de outros parlamentares dos partidos.

A decisão surge como uma novidade no atual cenário político porque traz para a mesmo campo de atuação parlamentar o oposicionista PPS, que antes atuava junto com o PSDB e o DEM. Já o PV, que na legislatura passada mantinha uma linha independente, acompanhou o governo em algumas votações. O bloco foi registrado às 13h20min na secretaria-geral da Mesa Diretora da Câmara. Juntos, os partidos contam com 26 deputados: 12 do PPS e 14 do PV.

Para o líder do PPS, deputado federal Rubens Bueno (PR), a união representa o surgimento de uma nova força no Congresso.

- O bloco é uma novidade política dentro da mesmice que se repete na Câmara ao longo dos últimos anos. Muitas vezes, ao se formarem blocos, não há preocupação com a construção de um projeto político, com o debate de uma alternativa para o país. Os blocos são formados visando apenas a ocupação de cargos e a divisão de comissões e postos de comando da Casa. Esse não é o nosso caso.

O líder do partido disse ainda que os dois partidos não se precipitaram quando tomaram essa decisão.

- Estamos conversando desde o início do ano. Foram várias reuniões com a participação dos principais líderes dos partidos e com os integrantes das bancadas. No caso do PPS, essa união foi festejada não só pelos parlamentares, mas também pela base do partido espalhada por todo o país.

O presidente nacional do PPS, deputado federal Roberto Freire (SP), também defendeu a formação do bloco.

- Além de buscar um melhor funcionamento parlamentar, essa aproximação é uma sinalização clara da convergência desses dois partidos para apresentar a sociedade uma oposição qualificada que se movimente em torno de bandeiras modernas como a sustentabilidade, a justiça social e as liberdades democráticas.

Os partidos, diz ele, “vão trabalhar para a definição de uma agenda moderna e de longo prazo para o país que vise o desenvolvimento inclusivo e ambientalmente sustentado, alicerçado no acesso à educação de qualidade e na inovação tecnológica”.

AL: Em Menos De Um Mês, Gony e Caminha Garantem Fotos Na Galeria Dos Ex-Presidentes


O deputado licenciado Gony Arruda (PSDB) precisou de apenas quatro dias para garantir espaço na galeria de ex-presidentes da Assembleia Legislativa. O atual secretário de esportes tomou posse na presidência do Legislativo no dia 30 de dezembro de 2010, quando o então presidente, Domingos Filho (PMDB), renunciou ao cargo de deputado para assumir o de vice-governador do Estado.

Gony Arruda permaneceu a frente da AL até o dia 3 de janeiro de 2011, quando licenciou-se para ocupar a secretaria de esportes do Estado.

A saída de Gony Arruda abriu espaço para um novo presidente. Francisco Caminha (PHS) não disputou a reeleição de deputado estadual, preferiu a disputa para a Câmara Federal, mas não consquistou votos suficientes para a vitória.

Mas o parlamentar deixa o poder em “grande estilo”. Exatos 28 dias como presidente da Assembleia Legislativa também garantiram a Caminha espaço na história do parlamento cearense.

Ao lado de Gony Arruda, Francisco Caminha garantiu lugar para a foto na galeria dos ex-presidentes do Poder Legislativo estadual.

Prefeitura de Quixeré Multada Por Causa De Lixão


A Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), por meio da Coordenadoria de Fiscalização (Cofis), autuou e multou em R$ 50 mil, na última quinta-feira (2), a Prefeitura Municipal de Quixeré. A cidade, distante 176 quilômetros de Fortaleza, não possui aterro sanitário, despejando seus resíduos em um lixão.

Segundo a equipe de fiscalização da Semace, a ação foi em decorrência da Prefeitura deixar de dar a destinação ambientalmente adequada a produtos, sub-produtos, embalagens, resíduos e substâncias, quando assim a lei ou ato normativo estabelecer. Os fiscais encontraram diversas irregularidades no local, como por exemplo, lixo hospitalar, restos de animais e a presença de catadores de lixo.

Além do atual lixão, outro, já desativado, foi encontrado em uma área de preservação permanente (APP), por estar em uma região com declividade acima de 45º. Nesse caso, os fiscais da Semace notificaram a Prefeitura Municipal para que ela apresente à autarquia, dentro de 90 dias, um Plano de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD).

DR. GUIMARÃES ASSUME O PV DE SOBRAL


O PRÉ-CANDIDATO A PREFEITO DE SOBRAL DR.GUIMARÃES ASSUME O COMANDO DO PV DE SOBRAL.

O suplente de deputado estadual, Dr. Guimarães (PV) que obteve uma grande votação na cidade de Sobral em 2010, e é filho de Sobral, estará assumindo o Partido Verde em Sobral para concorrer o cargo de prefeito desta cidade.
As informações que nos chega aqui e da assessoria do DR.Guimarães.

DR.Guimarães vai procurar outros partidos de sobral como o PSDB de Marcos Prado e o Muniz do PR